alimento natural para peixes

Preparação de Viveiros

Tudo Sobre criação de peixes aprenda passo a passo como adubar tanques para criar peixes Preparação de viveiros de peixes aperte o play abaixo

A preparação do viveiro é essencial antes de soltar os alevinos nos tanques é fundamental para um ótimo crescimento do cultivo

Etapas da preparação de viveiros para criar peixes

Esvaziamento e secagem

Oxidação da matéria orgânica

Desinfecção
Aplicação de calcário

Fertilização

Quanto mais seco o viveiro melhor?
NÃO
Os microorganismos presentes no solo não podem se desenvolver na ausência de água

Pra que fazer desinfecção dos viveiros ? 
Evitar que microorganismos indesejáveis venham a prejudicar o andamento do cultivo. Eliminação de ovos de peixes e outros predadores

 

O sol é a melhor e mais barata forma de desinfetar o viveiro

Porém é muito difícil secar completamente todo o viveiro preparação de viveiros em épocas de chuva. Problemas de drenagem

Desinfecção química preparação de viveiros
Há dois tipos de aplicações químicas mais utilizadas:
Hipoclorito de Sódio ou solução de cloro de piscina – áreas de anaerobiose – aplicar e revirar o solo até que o cheiro de enxofre tenha sumido completamente

Preparação de Viveiros desinfecção química
Solução concentrada de cloro 100ppm (0,1g/litro de água)

Aplicar um litro/m2

Há dois tipos de aplicações químicas mais utilizadas
Cal virgem ou cal hidratada – em contato com a água libera calor e aumenta rapidamente o pH da água e do solo
Desinfecção química
Cal virgem (CaO) – Calor e aumento de pH
Cal hidratada (Ca(OH)2) – exclusivamente por aumento de pH.
Para a aplicação de cloro ou cal virgem, deve-se tomar muito cuidado, pois ambos os produtos são extremamente cáusticos.

Preparação de viveiros aplicação de calcário

Neutralizar a acidez do solo ou da água:
Garantir melhores condições de sobrevivência aos peixes
Dar condições para que os demais procedimentos de manejo
possam ter sucesso,
principalmente a fertilização

Por que deve ser feita a aplicação do calcário nos viveiros?

Elevar o pH do solo
Diminuir a retenção de fósforo no fundo dos viveiros (solo)
Aumentar a quantidade de gás
carbônico para a fotossíntese
Para diminuir a turbidez da água e a quantidade de material em suspensão. Aumentar a alcalinidade da água

Como saber se é necessário fazer a aplicação de calcário no viveiro?

Aplicação deverá ser feita quando:
Análise de solo e de água
Água – pH e alcalinidade
Alcalinidade da água for inferior a 20mg/l de CaCO3
Solo – análise básica
pH do solo for inferior a 6 – 6,5
Dificuldade em aumentar a quantidade de fitoplâncton
Solo muito rico em alumínio

O Calcário
Quanto mais fino o calcário utilizado, melhor
O calcário dolomítico (que apresenta no mínimo 4% de Mg) apresenta vantagens sobre o calcítico:
É mais solúvel em água
É mais efetivo na manutenção da alcalinidade

analise do solo

Variável
Muito Baixo
Baixo
Médio
Alto
Muito Alto
pH
<4
4-6
6-8
8-9

9
Carbono (%)*
<0,5
0,5-1
1-2,5
2,5-4
4
Nitrogênio (%)
<0,15
0,15-0,25
0,25-0,4
0,4-0,5
0,5
Enxofre (%)
<0,05
0,05-0,1
0,1-0,5
0,5-1,5
1,5
*

Matéria Orgânica = 1,72 x % de Carbono
Análise do solo

Níveis de cal e calcário

niveis de cal e cacario
Tipo
Utilização média (há)
Utilização média (m²)
Cal virgem
1000 kg/ha
100 gr/m²
Calcário (Viveiros novos)
3000 a 1000 kg/ha
300 a 100 gr/m²
Calcario (Viveiros velhos)
2000 a 1000 kg/ha
200 a 100 gr/m²

Preparação de Viveiros adubação

A adubação dos viveiros tem como objetivo incentivar o crescimento dos organismos planctônicos e, principalmente, dos bentônicos (pequenos animais que habitam o fundo do meio aquático: larvas de insetos, anelídeos, etc.) que servirão de alimento natural.

Por que fertilizar os viveiros?

Aumentar a produção de fitoplâncton

preparacao-de-viveiros-ppt-3

O que é fitoplâncton?

São algas unicelulares que não dependem de nenhuma forma de vida para viver (seres autotróficos)

Alimento natural Benefícios da fertilização

beneficios da abubação

Produtividade (kg/ha)
Espécies
Sem adubação
Com adubação
Carpa comum
250
1.000 a 2.000
Tilápias
300 a 500
1.000 a 3.700
Bagre-do-canal
50
310 a 350

Pacu

300 a 800
Tambaqui
80
300 a 1.600

Que tipo de fertilizante utilizar?

INORGÂNICO (químico)
ORGÂNICO (estercos)

preparacao-de-viveiros-ppt-6
Como aplicar os fertilizantes químicos?

Dissolver em água e distribuir em todo o viveiro Plataforma?

Sacos em estacas dentro do viveiro

 

Fertilizantes orgânicos

Quantidade muito menor de nutrientes
1kg de uréia = 75kg de esterco bovino

Liberação de nutrientes dependente de bactérias ⇒ diminuição do OD

Qual a quantidade de fertilizantes orgânicos a ser aplicada no viveiro?
Tipo de esterco

niveis de adubação quantidades de estercos a ser colocado
Quantidade a ser aplicada por semana
Bovino
1000
Frango
600-800
Pato
600-800
Ovelha
1000
Cavalo
1000
Suíno
600-800

Como aplicar os fertilizantes orgânicos?
Aplicações diárias – não mais que 50-75kg de esterco seco/ha/dia
Sempre que possível utilizar o esterco na forma líquida

Como avaliar os efeitos da fertilização?

Tipos de fertilização

beneficios da abubação

 

Fertilização dos viveiros antes do povoamento

Fertilização dos viveiros após o povoamento

40 – 50cm de profundidade

Esperar 4 a 8 dias para desenvolvimento das comunidades de fitoplâncton

Tipos de fertilização

preparacao-de-viveiros-ppt-7

Fertilização dos viveiros após o povoamento

Periodicamente

Manter níveis desejáveis de fitoplâncton

Qual a transparência ideal da água?

Transparência da água
Manejo recomendado
Maior que 60cm
Água muito clara.

Há riscos de invasão de macrófitas.
Entre 45 e 60cm
O fitoplâncton está se tornando escasso.

É recomendável fertilizar.
Entre 30 e 45cm
Se a turbidez for provocada por fitoplâncton, nada de especial precisa ser feito. O viveiro está em boas condições.
Entre 20 e 30cm
Quantidade elevada de fitoplâncton. É necessário controlar as fertilizações e realizar o monitoramento constante do viveiro.
Menor que 20cm
Se a turbidez for causada por fitoplâncton – está em excesso. Risco iminente de falta de oxigênio.
Se a causa for o sedimento em suspensão, certamente há pouco fitoplâncton no viveiro

O plâncton é sempre benéfico para os peixes?

Nem todas as espécies se alimentam de plâncton

Sabor ruim na carne

Problemas com OD

Grandes variações de pH

Preparação de Viveiros Outras recomendações
Macrófitas devem ser retiradas do viveiro antes da fertilização
Quando for realizar a fertilização diminuir a renovação de água
Fertilizantes orgânicos em excesso podem diminuir a vida útil dos viveiros
Erosão de diques – água barrenta
Procurar não estocar os fertilizantes por muito tempo

Níveis de adubação
Tipo

Quantidade (ha)
Quantidade (m²)
Esterco bovino*
3000 kg/ha
300 gr/m²

Esterco de suínos e aves*
1500 kg/ha
150 gr/m²

Farelos (trigo, arroz e algodão)*
100 kg/ha
10 gr/m²

Químico (superfosfato simples)
75 kg/ha
7,5 gr/m²

Químico (superfosfato triplo)
25 kg/ha
2,5 gr/m²

Químico (sulfato de amônio)
130 kg/ha
13 gr/m²

Químico (uréia)
40 kg/ha
4 gr/m²
* Adubação Orgânica

Muito

Obrigado!!! curta e compartilha com seus amigos

 

 

Um comentário em “Preparação de Viveiros

Deixe uma resposta